Teatro

Doutores da Alegria apresenta Cenas Curtas no Janeiro de Grandes Espetáculos

0
Foto: William Oliveira

s palhaços do Doutores da Alegria participam do 26º Janeiro de Grandes Espetáculos com o espetáculo Cenas Curtas. Serão duas sessões no dia 19 de janeiro (domingo), às 11h e às 16h, no Teatro Marco Camarotti, no Sesc Santo Amaro. A peça reúne 15 quadros, inspirados por situações e histórias que aconteceram nas alas pediátricas, ao longo dos 16 anos de atuação nos hospitais do Recife, e por muitas experimentações na linguagem do palhaço. Os ingressos custam R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada) e podem ser comprados antecipadamente pela internet.

Com direção de Arilson Lopes, coordenador artístico da unidade Recife do Doutores da Alegria, o espetáculo, que estreou no último mês de novembro, resgata a importância do lúdico e do riso no cotidiano. As cenas bobas, no melhor sentido da palavra, são indicadas para crianças a partir dos seis anos, adolescentes e adultos de todas as idades.

O espectador, mesmo sem sair da cadeira, vai seguir o trio elétrico comandado por Dra. Svenza (Luciana Pontual), Dr. Dud Grud (Eduardo Filho) e Dr. Gonda (Tiago Gondim). Qualquer semelhança entre Dra. Svenza e Ivete Sangalo é pura insistência frustrada de palhaça! Também há espaço para uma bandinha marcial, que surgiu no hospital, chamada “La Banda Bamba”, formada por Dra. Nana (Ana Flávia), Dr. Marmelo (Marcelo Oliveira), Dr. Eu_zébio (Fábio Caio) e Dr. Dud Grud.

O talento da Dra. Musquita (Olga Ferrario) não é a música e sim o contorcionismo: ela promete movimentos fora do comum, até para uma palhaça! Dra. Baju (Juliana de Almeida) e Dr. Micolino (Marcelino Dias) viraram investigadores à procura de suspeitos pouco perigosos: palhaços. Já Dr. Eu_zébio quer deixar todo mundo calmo e vai tentar meditar na cena A1.

A trilha sonora é tocada ao vivo pela Banda Besta, mestra em composições originais e versões engraçadas. Na bateria, Dr. Dud Grud; no ukelelê, Dr. Gonda; e, na guitarra, temos a performance dramática de Dra. Baju. A iluminação é de Luciana Raposo e a produção de Nice Vasconcelos e Douglas Souza.

SERVIÇO:

Cenas Curtas, espetáculo do Doutores da Alegria

Quando: 19 de janeiro (domingo), às 11h e às 16h

Onde: Teatro Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro / Praça do Campo Santo, 1-101, Santo Amaro, Recife-PE)

Quanto: R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada). Os ingressos estão à venda pelo Sympla

Informações: (81) 3466-2373

Doutores da Alegria:

Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que introduziu a arte do palhaço no universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos. Fundada em 1991 por Wellington Nogueira, transita pelos campos da saúde, da cultura e da assistência social e reforça a cultura como um direito de todos.

Desenvolve o Programa de Palhaços em 12 hospitais de São Paulo e Recife. No Rio de Janeiro, com o projeto Plateias Hospitalares, mantém uma programação artística permanente e diversa em seis hospitais. A Escola Doutores da Alegria traz formações diversas para o público em geral e para artistas e, entre suas iniciativas, se destaca o Programa de Formação de Palhaço para Jovens.

Como ajudar na manutenção da associação Doutores da Alegria

O trabalho da associação Doutores da Alegria, gratuito para os hospitais, é mantido por doações de empresas e de pessoas físicas, tanto por recursos próprios quanto por recursos advindos por meio das leis de incentivo fiscal. Os recursos das contribuições permitem a continuidade e a expansão das atividades e da estrutura do grupo, a realização de atividades de formação, oficinas e o aprimoramento técnico dos artistas. Quem quiser ajudar o trabalho da associação Doutores da Alegria pode entrar no site www.doutoresdaalegria.org.br e em facebook.com/doutores.

Henrique e Juliano trazem repertório do novo DVD para o Recife

Artigo anterior

Harmonia do Samba traz o projeto Harmonia das Antigas para a festa Quarentinha

Próximo artigo

Você também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados.

Mais em Teatro